Pular para o conteúdo principal

Postagens

SER PERFEITO

Encontramos no Evangelho de Mateus a seguinte afirmação de Jesus: “Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai Celeste” (Mt. 5.48). Ordenança semelhante encontramos no livro de Deuteronômio: “Perfeito serás para com o SENHOR, teu Deus. ” (Dt. 18.13). Porém podemos, sinceramente, nos perguntar: Nós que viemos do pó e a ele voltaremos (Gn. 3.19), que carregamos conosco o fardo do pecado original podemos alcançar a perfeição de nosso Criador? É evidente que jamais a criatura pode ser perfeita como é o Criador, no entanto isso não significa que os textos citados consistem em alguma contradição bíblica. A chave da questão A chave da questão encontramos ao analisarmos os textos citados nas línguas hebraica e grega que são as bases das nossas traduções do Antigo e do Novo Testamento respectivamente.   No texto de Deuteronômio a palavra hebraica que foi traduzida como “perfeito” é תמים (tâmiym) que, embora possa ser entendida como “perfeito”, também significa “inocente”, “int…
Postagens recentes

EXISTE TÉCNICA PARA ADORAR A DEUS?

A Palavra de Deus nos relata no Segundo Livro dos Reis que o Rei da Assíria, após tomar Samaria e de lá retirar os israelitas e exila-los nas cidades dos medos (2Rs. 17.6), decidiu repovoa-la e para isso “trouxe gente de Babilônia, de Cuta, de Ava, de Hamate e de Sefarvaim e a fez habitar nas cidades de Samaria, em lugar dos filhos de Israel; tomaram posse de Samaria e habitaram nas suas cidades. ” (2Rs. 17.24). Porém, leões atacaram a nova população de Samaria, matando algumas pessoas. O rei da Assíria, povo pagão que adorava diversos deuses, concluiu que “As gentes que transportaste e fizeste habitar nas cidades de Samaria não sabem a maneira de servir o deus da terra; por isso, enviou ele leões para o meio delas, os quais as matam, porque não sabem como servir o deus da terra. ” (2Rs. 17.26) Salmaneser, rei da Assíria, não compreendia que o Senhor, Deus de Israel, não era apenas mais um deus de pedra, feito por mão de homens como os deuses assírios, mas o único Deus verdadeiro e,…

A PACIÊNCIA DE DEUS

Algumas pessoas as vezes lastimam as consequências que advém de suas próprias ações; afastam-se de Deus e quando passam a conviver com o caos que é a ausência do Senhor em suas vidas sentem-se, por vezes, injustiçadas.  Porém, os sofrimentos que causamos a nós mesmos quando nos afastamos de Deus são fruto não apenas da loucura desse afastamento como também do nosso desprezo pelos alertas que o Senhor nos dá a respeito das consequências. Antes do sofrimento nos tocar, Deus, em Sua infinita misericórdia, nos avisa do caminho errado que estamos tomando. Os avisos do Senhor ao povo de Israel Encontramos no Primeiro Livro dos Reis um exemplo claro de que Deus avisa a seus filhos de seus maus caminhos. O texto que encontramos no capítulo 17 relata que Salmaneser, rei da Assíria, tomou a Samaria e levou cativo todo o povo de Israel (2Rs. 17.3-6) e esclarece que: “Tal sucedeu porque os filhos de Israel pecaram contra o SENHOR, seu Deus, que os fizera subir da terra do Egito, de debaixo da…

JESUS ABOLIU A LEI?

Infelizmente ainda hoje muitos irmãos perdem tempo em debates infrutíferos a respeito de se Jesus veio ou não para abolir a Lei. Se apegam a diminutos trechos dos estatutos dados a Moisés para desenvolverem discussões extensas sobre se devemos ou não ainda cumprir o que está escrito nos dez mandamentos e esquecem todo o conteúdo ético contido nas Escrituras Sagradas. Se apegam a letra morta e esquecem o espírito vivo. Sobre o pretexto de estarmos no tempo da Graça, da Nova Aliança (Lc. 22.20) trazida pelo filho unigênito de Deus (Jo. 3.16), alguns avaliam que estamos livres de todos os compromissos com o Senhor, e outros, escondendo os reais interesses, escolhem da Palavra de Deus apenas alguns textos que, usados fora de contexto, parecem atender seus interesses pessoais ou os da sua congregação e afirmam que tais textos devem ser cumpridos e todo o resto esquecido. Jesus e a Lei Jesus veio para que a Lei de Deus, descrita no Antigo Testamento, fosse esquecida? O próprio Cristo res…

VOCÊ SABIA QUE A BÍBLIA NÃO NOS MANDA OBEDECER A DEUS?

Costumamos ouvir diversas vezes, em nossa vida cristã, a afirmação de que devemos obedecer a Deus, que Seus mandamentos foram escritos para que nós os obedecêssemos e, de fato, essa afirmação não está inteiramente incorreta pois são os mandamentos do Senhor e Sua divina Palavra que deve nos servir de orientação em nosso caminhar na vida terrena. Mas o que você me diria se eu lhe afirmasse que nenhum texto bíblico nos diz que devemos obedecer a Deus? Talvez você imaginasse que eu enlouqueci, que estou negando a autoridade da Bíblia ou até mesmo de Deus, talvez até me acusasse de heresia. No entanto, é fato que, não obstante a grande quantidade de mandamentos existente nas Sagradas Escrituras (somente no pentateuco existem mais de 600), quando observamos o texto bíblico, do Antigo Testamento, por exemplo, onde encontramos a maioria dos mandamentos de Deus contidos na Bíblia exposto de maneira explícita, em sua língua original, o hebraico, percebemos que em momento algum é utilizada a …

CONVERSÃO E EMOÇÃO

É bem verdade que seculares estratégias de marketing e propaganda utilizam técnicas para manipular as emoções das pessoas com o fim de convencê-las a consumir determinados produtos disponíveis no mercado. A ideia é criar no “potencial cliente” a simpatia com o produto que está sendo vendido fazendo-o relacionar a marca apresentada com algum sentimento desejado. Pode ser sentimento de alegria, segurança, amizade, liberdade e tantos outros que são artificialmente estimulados no espectador de uma peça publicitária. Não é sem motivos que os comerciais de margarina, por exemplo, normalmente se desenrolam em cenas de um café da manhã onde uma família está sentada à mesa, todos alegres e sorridentes a saborear o produto. A ciência do marketing  Existem estudos científicos que buscam relacionar as reações cerebrais humanas, por meio das sinapses, a estímulos exteriores provocados por sons ou cores, por exemplo, para que tais estímulos sejam utilizados em peças comerciais com a finalidade …

DEUS FAZ O MAL?

Algumas pessoas acreditam que Deus é responsável ou criador tanto do bem quanto do mal. Em alguns casos essa ideia busca fundamentação em interpretações equivocadas de determinados textos bíblicos como, por exemplo, o que encontramos no livro de Isaías onde o Senhor afirma: “Eu formo a luz e crio as trevas; faço a paz e crio o mal; eu, o SENHOR, faço todas estas coisas. ” (Is. 45.7). No entanto se realizarmos a interpretação desse versículo de forma literal e direta, esse texto parecerá estar em contradição com outras afirmações bíblicas como por exemplo a que encontramos na primeira epístola de João, onde o apóstolo diz: “Deus é luz, e não há nele treva nenhuma” (1Jo. 1.5) ou ainda no texto da epístola de Tiago onde encontramos: “Ninguém, ao ser tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele mesmo a ninguém tenta. ” (Tg. 1.13), ou mesmo nos Salmos onde vemos: “Pois tu não és Deus que se agrade com a iniquidade, e contigo não subsiste o mal. ” (

Compartilhe